Recordes em queimadas no Brasil

Setembro foi o mais com maior índice de  queimadas no Brasil, nos últimos 20 anos, de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Temperaturas altas, clima seco e falta de chuva são fatores que contribuem para o surgimento de focos de incêndio. Mas a intervenção do homem é sem dúvida a principal causa dessas ocorrências, provocando danos irreparáveis ao meio ambiente. “As queimadas destroem a fauna e a flora nativas, causando empobrecimento do solo e reduzindo a capacidade de penetração da água no subsolo, entre outros danos ao meio ambiente”, diz o Biólogo Giuseppe Puorto, membro do CRBio-01 – Conselho Regional de Biologia – 1ª Região (SP, MT e MS). De acordo com dados divulgados pelo Inpe, durante o mês de setembro ocorreram aproximadamente 100 mil queimadas. Para se ter uma ideia, esse número representa quase a metade das ocorrências registradas pelo órgão durante todo o ano de 2016, que foi de 188 mil queimadas. (Envolverde)



Precisamos nos atentar e policiar  quanto aos nossos comportamentos no dia a dia. Ainda é comum pessoas utilizarem de queimadas como descarte do lixo residencial em áreas rurais e áreas urbanas para eliminar folhas secas de jardins e lotes, pessoas nas estradas jogando maço de cigarro pela janela do veicúlo. É  de grande importância ao presenciar esta cena  fazer denuncias aos órgãos competentes na sua cidade. E para incêndios de tamanho relevante sem causa conhecida é preciso informa rapidamente para o número  0800-61-8080 e detalhar, o máximo possível, a localização e a intensidade do incêndio. Denúncias também pode ser feitas pela internet, pelo e-mail: linhaverde@ibama.gov.br.

Mas também não é só denunciar, precisamos também cobrar dos responsáveis atitudes. Pois o número de queimadas veem só aumentando e as causas são  diversas, o mal causado é irreversível. Lembrando que existem espécies de  plantas que necessitam de fogo, e essas camadas devem ser controladas.

http://www.folkstore.com.br

 

Deixe uma resposta