O Gigante Acordou! Greve dos caminhoneiros no Brasil

Como todos vocês já tem ciência, os caminhoneiros do Brasil estão em greve, parados há 4 dias nas vias nacionais. Quais as suas consequências no país?

Sim, o esperado para a greve é que tenha uma baixa significativa no valor cobrado pelo combustível, a greve já dura quatro dias, sem previsão de término. Os governantes têm discutido com os caminhoneiros sobre a correção no valor, mas que ainda não houve acordo.

Acho super válido tamanha a revolução para a evolução política no país, será um marco estes homens e mulheres corajosos que estão nas estradas brasileiras enfrentando sol, frio e fome para defender um problema que é de responsabilidade de todos. Estes guerreiros que estão deixando de ganhar o seu sustento,  deixando de estar com seus familiares tomaram uma decisão que deve muito ser respeitada e apoiada por todos nós. Mas e quais são as consequências da greve?

O Brasil é movimentado por caminhoneiros, uma quantidade significativa de produtos são transportados via caminhões todos os dias. Ainda não tem como mensurar o quanto foi perdido em cargas ou fabricação devido ao acontecido, mas já foi noticiado a superlotação em frigoríficos, cargas vivas que também devem ser respeitadas, pois os animais já estão passando fome a 52hrs, também a falta de combustível nos postos de gasolina, desperdício nas indústrias que produziram quantidades de  alimentos que não estão sendo entregues, além das cargas de leites que estão estragando nas rodovias e sendo descartadas de forma inadequada. . O gado leiteiro não irá parar de produzir leite por conta da greve porém também não irá haver transporte.

Muitos devem estar se perguntando; por que não doar os mesmos a instituições e/ou pessoas carentes? A resposta está na nossa legislação sanitária. O produtor rural e ou empresário privado é responsável pelo produto, mesmo que doado, portanto em caso de qualquer intoxicação alimentar ele pode ser responsabilizado e responder judicialmente pelo fato.

Devido à esta triste realidade estes se vêem na necessidade de descartar como por exemplo o leite. Além do descarte nas propriedades e indústrias por falta de espaço para armazenamento, também é feito o descarte inapropriado nas estradas, que deveria ser devolvido e descartado pela empresa de laticínio que está transportando e ou pelo agropecuarista conforme a legislação de logística reversa a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Não estamos aqui para julgar o comportamento dos caminhoneiros pois não sabemos de quem veio a ordem de descartar o resíduo, mas estamos aqui para trazer a informação de que não é correto este comportamento nas estradas. E fazer com que esta informação chegue ao responsável a nível educativo.

Mas vocês perguntam: Não é matéria orgânica Mariana? O maior problema do leite é o soro que foi retirado antes de ser embalado, certo?

Certo, mas levando em conta que grande parte deste leite ainda nem chegou nas empresas de laticínios, ou seja ainda está com o soro em sua composição que de fato é contaminante ao solo, e mesmo assim os leites embalados em contato com o solo e o sol, entrará no processo de decomposição, causando odor forte, atraindo insetos e outros que podem trazer consigo doenças, além de alterar o pH alcalino do solo devido a fermentação e transformação química de láctico para lactato.

Desta forma é necessário trabalhar a conscientização das pessoas para que não descarte de qualquer forma os resíduos gerados nestes dias na estrada.

#somostodoscaminhoneiros

Deixe uma resposta